sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Torta de nozes

Esqueci de tirar a foto quando o bolo estava inteiro...

Vocês não imaginam como esta torta é fabulosa. Pra mim ela lembra infância porque minha avó sempre fazia. Mas como é um doce de nozes acho que agrada mais adulto que criança...
Confesso que eu nunca fiz, mas minha tia Clarice fez no Natal e eu ajudei na decoração. Ela faz todo ano porque meus tios fazem aniversário nesta época e todo mundo ama! E também porque ela é uma fofa que quer agradar todo mundo ;)

Ingredientes da massa:
6 ovos
6 colheres de sopa de açúcar
4 colheres de sopa de farinha de rosca
8 colheres de sopa de nozes moídas
Baunilha a gosto

Bata as claras em neve. Acrescente as gemas, uma a uma, batendo sempre.
Junte o açúcar aos poucos e bata mais. Misture a farinha de rosca, as nozes e a baunilha sem bater.
Despeje numa forma untada com manteiga e farinha e forrada com papel manteiga. Asse em forno médio pré-aquecido até o palito sair seco. Cuidado que este bolo assa muito rápido, tipo uns 15 minutos!

Ingredientes do recheio:
1/2 litro de leite
2 colheres de sopa de maisena
4 colheres de sopa de nozes moídas
2 gemas
Açúcar a gosto

Fazer um creme com o leite, a maisena, o açúcar e as gemas. Depois de engrossar desligue o fogo e espere esfriar ligeiramente para colocar as nozes, senão pode desandar.

Ingredientes da cobertura (marshmallow):
3 claras em neve bem firmes
baunilha a gosto
2 xícaras de açúcar
1 xícara de água

Leve a água e o açúcar ao fogo até formar uma calda em ponto de fio (quando você escorre a calda com uma colher e ela pinga parecendo um fio). Eu espero formar o fio mas também deixo a calda mudar levemente de cor, meio dourada.

Com a batedeira ligada vá jogando a calda de açúcar nas claras em neve até esfriar e ficar bem firme.

Montagem:
Corte o bolo ao meio formando dois discos. Com muito cuidado porque é um bolo frágil e quebra fácil.
Disponha um disco de bolo no prato e regue com uma calda simples de água e açúcar. Espalhe o creme de nozes já frio e cubra com o outro disco de bolo. 
Cubra o bolo com o marshmallow. Eu usei um saco de confeitar com bico pitanga pra dar uma graça. Enfeite com fios de ovos, nozes e cerejas.


Bom no dia seguinte nós praticamente pegamos uma régua pra dividir o que tinha sobrado...

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Pudim de coco

Eu sei que a foto está horrível e o pudim meio quebradinho, mas esse pudim de coco é uma perdição pra quem ama coco. Aqui em casa ele durou uns um dia mais ou menos.
É muito fácil de fazer!

Ingredientes:
Açúcar para caramelar a forma (a receita manda usar uma xícara mas eu nunca uso tudo isso)
1 lata de leite condensado
1 lata de leite
1 vidro de leite de coco
3 ovos
1 xícara de coco ralado

Modo de fazer:
Caramelize uma forma de pudim com o açúcar e reserve.
Bata no liquidificador o leite condensado,o leite, os ovos e o leite de coco. Misture o coco ralado sem bater e despeje tudo na forma caramelada.
Se você tiver uma panela própria pra pudim, use! Vai ficar pronto em 30 - 40 minutos.
A outra opção é fazer no forno, em banho maria. Coloque a forma coberta com papel alumínio dentro de uma assadeira e ponha no forno. Coloque água quente na assadeira e de tempos em tempos fique de olho para completar a água que vai secando. Não sei exatamente quanto tempo vai levar pra ficar pronto, mas se você espetar uma faca no pudim e ela sair limpa, tá pronto!
Depois de frio coloque na geladeira por umas 4 horas e desenforme aquecendo o fundo da forma.

Faz pro fim de semana ;)

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Torta de limão siciliano no copinho


Às vezes algumas coisas dão errado, e é ai que eu preciso usar a criatividade pra fazer dar certo.
Essa tortinha foi assim! Eu queria torta de limão pro Natal, mas bem pequena. Comprei formas minúsculas e baratíssimas (depois eu descobri que elas eram tão baratas porque enferrujam após o primeiro uso...) Fiz a massa com farinha de castanha de caju, mas na hora de tirar das forminhas elas pareciam farofa. Guardei tudo num pote de vidro e comecei a pensar se faria de novo ou se virava pavê.
Ai tive a ideia de colocar nos copinhos. A quantidade dessa receita rendeu uns 60 copinhos e ainda sobrou um pouco pra fazer a alegrias das crianças que me ajudaram a montar tudo ;)

Ingredientes da massa:
115g de farinha de castanha de caju
2 colheres de sopa de manteiga amolecida
2 colheres de sopa de açúcar

Misture todos os ingredientes e disponha em mini forminhas de torta ou numa forma maior.
Leve ao forno pré-aquecido em 180 graus por 10 ou 12 minutos, até dourar. Retire do forno e deixe esfriar.
Quando a massa estiver fria esfarele como se fosse uma farofa.

Ingredientes da mousse:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
2 ou 3 limões sicilianos
raspas de 2 ou 3 limões siciliano

Bata todos os ingredientes, pode ser com o mixer mesmo e guarde na geladeira por pelo menos três horas.

Montagem:
Encha 1/3 dos copinhos com a farofa. Com um saco de confeitar complete a capacidade dos copinhos com mousse de limão. Se você quiser enfeitar pode usar essas colheres com fitinhas. Fica super fofo!
Você pode comprar as fitinhas e colar em casa (sai infinitamente mais barato) ou comprar as colheres já prontas.

Foi uma grande ideia pro Natal já que na minha família a quantidade de doces em geral é igual a de pratos salgaldos...pois é... E fazendo porções pequenas as pessoas conseguem experimentar um pouco de tudo. Fiz mini brownies também! Além disso, é um doce meio refrescante.
Para variar podemos trocar a mousse de limão por maracujá, brigadeiro, creme com morango...enfim, muitas opções é só usar a criatividade.

Até amanhã ;)

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Bolo Mayra Rosa

O prato é horrível, mas por conta das circunstâncias foi esse mesmo
Mês passado foi aniversário da minha amiga Má e ela pediu pra eu fazer um bolo parecido com o de uma doceria bem famosa que eu não vou citar o nome (propaganda de graça da concorrência? tô fora!!! rs) só que naked cake (tô craque!).
E o bolo original tem um nome interessante: um nome de mulher + rosa. Assim, eu decidi batizar o meu bolo de Mayra Rosa, já que era em homenagem à Mayra!

Eu até tentei comer o tal bolo na doceria famosa, mas só é feito por encomenda. Assim, usei a imaginação, olhei no site em que consistia o bolo e fiz melhor! #amodestiapassoulonge#hihihi

Ingredientes do pão de ló:
4 ovos (as claras em neve)
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha
1 xícara de leite (sempre substituo por soro de coalhada)
1 colher de sopa cheia de fermento
1 pitada de sal
Baunilha a gosto (eu usei 1 colher de sopa de extrato caseiro)

Bata as claras em neve e reserve.
Bata as gemas e o açúcar até ficar cremoso. Adicione o leite e a baunilha e em seguida os demais ingredientes peneirados.
Divida a massa em duas formas redondas de 20 cm untadas ou forradas com papel manteiga. Asse em forno pré-aquecido por 25 minutos ou até o palito sair seco.
Nivele os bolos e corte ao meio formando discos. Neste post aqui você encontra o passo-a-passo de como preparar os discos de bolo para um naked cake.

Ingredientes do recheio 1: bicho de pé
1 lata de leite condensado
100g de creme de leite (meia caixinha)
1 colher de sopa de manteiga
Gotinhas de corante rosa

Leve todos os ingredientes ao fogo baixo e mexa até dar ponto de brigadeiro, desgrudando do fundo da panela. Se você quiser ler um pouco mais sobre ponto de brigadeiro, dá uma olhada neste post aqui, eu falei bastante sobre isso.
Quando estiver pronto, tire o doce da panela e deixe esfriar.

Ingredientes do recheio 2: creme de baunilha com morangos
1 caixa de morangos higienizados e picados
1 caixa de morangos bem bonitos para decoração
1 lata de leite condensado
100g de creme de leite (o que sobrou do bicho de pé)
1 lata de leite
1/2 colher de sopa de maizena
1 fava de baunilha

Em uma panela misture o leite condensado, creme de leite, metade do leite e a fava de baunilha.
Você deve cortar a fava ao meio e raspar as sementinhas. Vai tudo pra panela.
Mexa sem parar e quando começar a ferver adicione a outra metade do leite com a maizena dissolvida. Mexa bem até engrossar. Quando ficar um creme firme desligue o fogo e deixe esfriar. Retire as favas, lave e seque bem e guarde pra colocar no açúcar (vai virar açúcar baunilhado!)

 Misture os morangos no creme de baunilha imediatamente antes da montagem.

Faça uma calda para molhar o bolo: eu fervo 1 copo de água com 3 colheres de açúcar e um pauzinho de canela. Use a calda fria.

Montagem:
Disponha um disco de bolo no prato e regue com calda (não muita senão o bolo desmonta).
Espalhe sobre o bolo o creme de baunilha. Cubra com outro disco de bolo e regue. Espalhe uma camada de bicho de pé com a ajuda de uma espátula. Se o doce estiver grudento ou firme demais umedeça a espátula de vez em quando que ajuda a espalhar. Cubra o bicho de pé com outro disco de bolo, regue, e em seguida mais uma camada de creme de baunilha. Por fim coloque o último disco de bolo e enfeite.
Eu coloquei um pouco dos dois cremes no topo do bolo pra me ajudar a firmar os morangos e também porque eu achei que ia ficar bonito!
Dá uma olhada nestas pintinhas lindas que a baunilha deixa... 

Se quiser pode polvilhar um pouquinho (pouquinhoooo) de açúcar de confeiteiro. Eu polvilhei com pó corante perolado.

Duas considerações:
Você pode fazer o seu creme com essência ou extrato de baunilha, mas acredite, não é a mesma coisa. Com certeza a fava encarece o bolo (cada uma custa em torno de R$10,00) mas o sabor e o visual valem cada centavo e além do mais, esse bolo era pra minha melhor amiga, ela merece né! ;)
Outra coisa, importante contar pra vocês que este bolo foi de São José dos Campos até São Paulo no meu colo no calor de janeiro. Com certeza ele não chegou perfeito, mas tava firminho. Se você usar calda demais pra regar o bolo ele pode desmanchar e virar um pesadelo.

Espero que vocês gostem do bolo e qualquer dúvida é só perguntar. Receitas que têm informação demais, tipo essa, podem ficar meio confusas, mas estou sempre pronta pra ajudar :)


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Três anos de blog e bolos para festejar

Pois é, esta semana o blog faz 3 anos! Eu não sou uma blogueira exemplar... demoro pra fazer posts novos, tiro fotos péssimas rsrs, não manjo nada de personalizações e mudanças de design. Por outro lado vocês podem ter certeza que eu faço este blog por prazer e não por obrigação. Pouquíssimos blogueiros ganham dinheiro com blog, a maioria faz porque gosta mesmo.
Pra mim o blog é quase um caderno de receitas pessoal onde escrevo receitas que, muitas vezes, eu inventei e quando quero repetir algum dia preciso ligar o computador pra ver como faz. Semana passada meu irmão estava passando férias aqui em casa e eu queria fazer chilli beans, mas não lembrava como era e vim aqui procurar.
Adoro quando as pessoas comentam receitas, dão ideias, interagem. Já conheci pessoas incríveis na blogosfera e aprendi muita coisa.
Então esta semana vamos comemorar! Hoje vocês vão ver os últimos bolos que rolaram na minha cozinha e a partir de amanhã até o fim da semana vou colocar receitas novas todos os dias ;)  Desafio hein! rsrs

As fotos de hoje são só pra dar água na boca:


Este naked cake eu fiz no fim do ano passado para um chá de bebê junto com outros docinhos. Ela queria um bolo simples, pequeno e que agradasse todo mundo. É claro que nesses casos a primeira opção é sempre chocolate!
Foi um bolo de baunilha com recheio de ganache. A decoração foi feita com raspas de chocolate. Clássico! Bolinho pra 20 ou 25 pessoas.




Este bolo fofinho foi encomenda de uma amiga que estava fazendo 1 ano de casada e queria fazer esta surpresa pro marido. Os pombinhos não são obra minha não (quem me dera)! Lindos né! Foi o topo do bolo do casamento deles.
O bolo é branco de baunilha com uma camada de recheio de brigadeiro de chocolate belga amargo e outra de brigadeiro de limão siciliano. A cobertura foi marshmallow.



O detalhe da rosa de marshmallow. Apesar de que marido não reconheceu como uma rosa quando eu mostrei...rs Mas eu ainda acho que parece sim... Opiniões?







Bolinho básico de banana que eu amo.


Torta de limão no copinho! Um dos doces que eu levei no Natal e fez sucesso. Decorei com colheres com fitinhas em cores natalinas pra alegrar a mesa!


Esta torta de nozes é tradicionalíssima na minha família e um dos doces que eu mais amo! Minha tia Clarice fez e eu cuidei da decoração. Mas ela me autorizou a passar a receita no blog \o/ rs


E por último o naked cake que eu batizei carinhosamente de bolo Mayra Rosa, em homenagem à minha amiga Má. Amanhã falamos sobre ele ;)

Até amanhã!

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Restaurantes que visitamos em Orlando


Tá atrasado mas ainda vale: Um ano muito feliz pra todos nós, cheio de alegrias e sonhos realizados!!!

E ano passado eu realizei mais uma viagem de sonho: Orlando. Lá tudo é lindo e mágico, a diversão é garantidíssima, enfim uma viagem perfeita porque além de tudo isso ainda emagreci 2 kg!!! Pois é, a gente andava tanto que até perdi uns pneuzinhos rsrs

E quis fazer este post pra falar dos restaurantes, que foram bem poucos. Nos parques, às vezes nós comíamos turkey leg (uma coxa de peru gigante e maravilhosa) ou hambúrguer mas em geral levávamos lanche que eu preparava no hotel pra economizar tempo e dinheiro.
Comer nos parques é bem caro, em torno de 15 a 20 dólares por pessoa. Nós fomos em oito! parques. Este valor multiplicado por dois e convertido em real fica bem salgado se você contar almoço, jantar, bebida, sorvete... Além do mais, na hora do almoço as filas ficam imensas e eu e o Luis somos meio paranoicos de querer ir em todos os brinquedos possíveis.
É claro que às vezes nós parávamos pra comer, mas é bem prático ter um sanduíche na mochila e pegar na hora que sentir fome sem ter que sentar, pedir, esperar e etc.
Eu comprava potinhos de salada pronta individual e fazia sanduíche. Levava também pacotinhos com lanches (cenoura baby, frutas secas, maçã, blueberry, Doritos...)  para comermos ao longo do dia. Bom, nossa mochila era só comida rsrsrs. E a noite chegávamos tão cansados que não dava vontade de sair pra jantar, sabe quando você escolhe entre comer ou dormir? Então...
Em dias de compras comíamos em praças de alimentação, que são mais fracas que as nossas.

Eu sempre valorizo muito conhecer comidas diferentes em viagens, mas esta viagem tinha outro objetivo então optamos pela diversão. Restaurantes de verdade fomos apenas em dois.
Comemos muitos hot dogs deliciosos e hambúrgueres que eu fico até sem palavras! Mas a batata frita deles é campeã! Eu gosto de batata frita mas não sou fissurada. Só que a batata deles é sensacional, imperdível!

Os restaurantes que visitamos:

Eu infernizei a vida do Luis porque queria ir no Bubba Gump (aquele restaurante de camarão do filme Forrest Gump). E nós fomos! Decepção total... não era ruim, mas não tinha nada de especial. Era caro, as porções não eram muito bem servidas nem muito deliciosas.



O lugar é super fofo, bem decorado e tem ambiente agradável.  Essa parte eu adorei! O atendimento também era bom, mas me incomoda um pouco aquele jeito americano de ficar o tempo todo perguntando se está tudo bem e se você quer mais alguma coisa. E não é simpatia, eles querem apenas que você coma e vá embora rsrs. Isso eu estranhei muito já que nem aqui no Brasil nem em outros países que já visitamos isso acontecia. 


Camarão empanado com coco ralado


Nós pedimos esse mix de petiscos de camarão. O melhor era um que vinha empanado em coco ralado, os outros eram normais. Como tudo era pouco acabamos pedindo uma porção inteira desse camarão no coco. Também era pequena mas nós ficamos bem. Mais uma Coca e um ice tea e uma conta de 60 dólares!
 Minha amiga Má disse que o sanduíche de camarão é imperdível, mas infelizmente eu não lembrei que ela tinha me dado essa informação semanas antes rsrs

Olive Garden
Este restaurante é um queridinho dos turistas brasileiros. Já tinha lido muita gente falando bem dele na internet mas não imaginava que era tão bom! Um restaurante de massas com preço ótimo. Infelizmente esqueci de tirar fotos do lado de fora. 
Tem muitos Olive Garden lá. Em todo lugar que nós íamos topávamos com ele.
A unidade que visitamos era em Kissimmee, na Irlo Bronson, pertinho do nosso hotel.
O atendimento foi simpático, rápido e eficiente.
O ambiente é uma delícia





Eu pedi um fettuccini com camarão e o Luis um ravióli com ragu de cogumelos. Não sei dizer qual era melhor. Estava tudo maravilhoso. Ah e vinha uma saladinha bem boa acompanhando! Vinha um pãozinho de entrada que era cortesia. Mais uma Coca e um ice tea (sempre assim!) e uma conta de menos de 40 dólares!
Imperdível!

O último parque que visitamos foi o Epcot. Lá nós almoçamos num fast food de comida alemã (adorooooo) e eu lembrei de tirar fotos. Nada sofisticado: um hot dog de salsicha alemã com chucrute e ice tea pra mim e Coca pro marido.

O tamanho dos copos me impressionava...


Essa batata frita era tipo chips com páprica e curry. Eu lembro que nós já estávamos explodindo muito satisfeitos, mas não conseguíamos parar de comer. Era bom demais!!! Ai que saudade das férias....

Em breve eu volto pra contar as coisas bacanas que eu comprei pra quitutar!
Boa semana!!!

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Passo a passo do naked cake


Vamos fingir que não faz quase um mês que eu disse que ia fazer um passo a passo ok? A verdade é que eu ando sem paciência e já abri este post umas cem vezes e nada saiu... Maaaas, vamos lá!
Como eu disse no post anterior foi difícil encontrar informações suficientes pra eu me sentir segura e montar um naked cake. Eu diria que foi uma tarefa meio tensa já que é um bolo que precisa ficar perfeito pois não tem cobertura pra disfarçar imperfeições.

O meu bolo foi em tons de rosa. Massa de baunilha e recheio de doce de leite com nozes. Usei uma calda básica (pode ser açúcar, água e um pauzinho de canela: é só ferver até encorpar de leve) para regar o bolo.

1. O primeiro passo é saber de quantos andares vai ser o bolo e assar a quantidade de bolos necessária.
O meu bolo teve três andares. Eu assei 2 bolos redondos numa forma de 25cm, 2 bolos na forma de 20cm e 2 bolos na de 10cm. Fiz isso uns dois dias antes da festa, guardei na geladeira os bolos já nivelados e cortados ao meio em embalagens bem fechadinhas para não ressecar.


2. No dia da festa tirei todos os bolos da geladeira e cortei (bem de leve) as laterais com uma faca de serra pra aparecer a cor do bolo.


3. O primeiro andar do meu bolo foi direto no prato que ia para a mesa. Passei um pouco de doce de leite no prato e coloquei o primeiro disco de bolo. Reguei com um pouco de calda. Tem que ser pouco senão o bolo pode afundar, desfazer, virar uma massaroca... Espalhei uma quantidade de recheio que foi a olho, mas tive o cuidado de não exagerar (tenho essa tendência) para não correr o risco de vazar recheio quando os outro bolos estivessem fazendo peso. Repeti esse processo até completar todos os discos maiores.

4. Com a faca de serra "limpei" a camada de bolo que ficaria aparente.

5. Como esse bolo base vai receber muito peso é preciso dar sustentação. Esse canos da Wilton são próprios para isso e eu encontrei numa loja aqui perto de casa a R$13,90 o pacote com 4. Para esse bolo usei apenas um e meio.
Você afunda o caninho e marca exatamente até onde ele entra no bolo.

 Depois é só cortar com uma faca e devolver o caninho no bolo.

6. Eu usei como base para o segundo andar um prato de bolo de papelão (daqueles prateados mesmo) que eu forrei com papel alumínio e filme plástico.
 Sobre essa base passei doce de leite e repeti o processo bolo/recheio com os discos de 20cm. Coloquei 2 caninhos no meio e o segundo andar ficou pronto.

 7. Para o terceiro andar eu usei um disco de isopor pois o bolo era mais leve e não ia ter perigo de furar.
Repeti o " processo bolo/recheio" (aqui dá pra acompanhar bem pelas fotos) até acabarem os discos.






8. Hora de juntar tudo. Eu transportei meu bolo separado até o local da festa por medo de acontecer um acidente. Mas é só passar doce de leite no lugar que vai  receber o andar de cima pra ficar tipo uma cola e colocar com cuidado.

Aqui vocês podem ver o bolo montado e decorado (esqueci de tirar fotos depois que eu empilhei tudo...). Pode ser decorado com frutas, castanhas, flores... Como a festa era de passarinho e as cores eram rosa, branco e dourado modelei uns ninhos, ovos e passarinhos em pasta americana e cobri as "emendas" entre um andar e outro com nozes picadas tingidas de dourado

 Aqui os tubos da Wilton:


Vou deixar aqui links para dois vídeos que ajudam muito:
Este ensina a fazer um naked cake ou pelo menos a montagem dele. O bolo que ela usa parece super seco, o recheio talvez seja um pouco estranho pro paladar brasileiro mas ajudou muito!

Este segundo é um vídeo da Otavia Somavilla que sugere uma alternativa mais barata e prática aos tubos da Wilton (acho que eu tive sorte de achar tão perto de casa, aqui em São José dos Campos! rs)

Quero agradecer muito minha professora sempre de plantão Paula Cinini e um agradecimento muito especial à Catarina Bitar, super boleira, que sem nem me conhecer respondeu gentilmente uma dúvida que eu deixei no blog dela num momento de desespero.  E claro ao meu super marido que me ajuda com o transporte de bolos e doces andando com o carro a 20 km/h pra que nada saia do lugar ;)

Espero que ajude quem quer muiiiito fazer um naked cake e qualquer dúvida é só perguntar!